top of page
Buscar
  • Foto do escritorCaroline A. Pinheiro da Costa

Corpo de memórias e DNA Mitocondrial

Todo o nosso corpo é feito a partir do corpo dos nossos ancestrais.

No que diz respeito ao nosso DNA, ele está montado como uma colcha de retalhos de memórias que cada ser da nossa linhagem viveu até o momento do nascimento da próxima geração. Não só memórias musculares e ósseas, que conduzem nosso corpo para ser parecido fisicamente com eles, mas principalmente memórias celulares, emoções vividas e acontecimentos marcantes.


Além da colcha de retalhos do nosso DNA, temos a oportunidade de conectar com a linhagem materna ainda mais facilmente em virtude do DNA Mitocondrial. A mitocôndria está presente na maioria das células do nosso corpo e carrega memórias corporais herdadas de mãe para a cria.


Vou te dar um exemplo de como isso ocorre na prática: se minha bisavó pariu minha vó aos 25 anos, e minha avó pariu minha mãe aos 27, e minha mãe me pariu aos 22, cada memória vivida por elas vai automaticamente se acumulando e vindo para o meu corpo. Ou seja, dentro desse calculo que eu trouxe de exemplo, (só aí) são 74 anos de vida que automaticamente foram parar no meu corpo.


Vou colocar aqui em baixo um link que explica de maneira bem simples essa questão da memória celular do DNA e do DNA Mitocondrial.


A primeira vez que eu fiquei sabendo sobre essa questão da memória celular da linhagem materna a partir do DNA Mitocondrial foi no início de 2020 num curso de Shakti Tantra Yoga e desde então eu me fascinei pelo tópico e comecei a estudar mais fundo.


Todas as mulheres do mundo estão conectadas por sua linhagem materna. Rebobinando a fita é possível alcançar milhares de séculos de memória que transpassam gerações e param no nosso corpo neste momento.


Quando uma mulher está parindo, ela está recomeçando o ciclo e iniciando outro ser com memória celular. Mesmo se o corpo do bebê não for um corpo com útero, ele recebe a memória das ancestrais. Por alguma razão, os homens não passam memória celular nas mitocôndrias para as gerações futuras… somente as mulheres.


Esse conteúdo me impacta, fascina e movimenta pois entendo que o período de gestação, parto e pós-parto é uma porta muito poderosa para trabalhar nossa conexão com a linhagem que nos deu vida e conectar nossa consciência com todos os seres que perpassam séculos até chegar a nossa vez.


Estar neste mundo é muito complexo, poderoso e sagrado. Compreender a importância da nossa ancestralidade dentro desse processo demanda humildade e aterramento. Nem tudo são flores e o que trago aqui é só a ponta do Iceberg de um tópico enorme que envolve memória e o recordar de quem “realmente” somos e o que afinal estamos fazendo aqui na Terra.


Este é o link para quem ficou interessado em iniciar esse estudo. Ou você pode também buscar por artigos sobre Herança do DNA Mitocondrial e Cloroplástico no Google:


“Aqui en la casa de mis abuelos, voy recordando, voy recordando”

(Alonso Del Río - La casa de mis abuelos)




0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page